Título: POÉTICAS E POLÍTICAS
DO FEMININO NA LITERATURA

Organizadores: ALÓS, Anselmo Peres; FERREIRA, Cinara Antunes; SILVA-REIS, Dennys

ISBN: 978-65-88865-79-8

Formato: 14 x 21
Páginas: 776
Gênero: Ensaios
Publicação: Class, 2021

SUMÁRIO

Apresentação
Anselmo Peres Alós, Cinara Antunes Ferreira e Dennys Silva-Reis

O estilo pícaro defende-se vestindo a prêt-à-porter

Adriana Carolina Hipólito de Assis

Escritores sefarditas na Amazônia e as mulheres judias

Alessandra Fabrícia Conde da Silva

Representações de violência contra a mulher no romance Meu marido, de Livia Garcia-Roza

Aline Teixeira da Silva Lima

Uma Maria peregrina entre personagens

Ana Cristina Comandulli

A proscrição dos monstros sociais: as violências sofridas pelos casais lésbicos em Exílio, de Lya Luft, e American Horror Story (Asylum), de Ryan Murphy e Brad Falchuk

André Pereira Feitosa
Ronara Cristina Bozi dos Reis

A representação da brasileira no oitocentos

Andreia Alves Monteiro de Castro

A representação do corpo feminino e a violência contra a mulher em Sangria, de Luiza Romão

Andressa dos Santos Vieira

Gênero, identidade queer e subcultura gótica em Lost Souls, de Poppy Z. Brite

Andrio J. R. dos Santos

Estratégias do feminino na trajetória literária de escritoras brasileiras na belle époque

Anna Faedrich

Mulheres Illustres do Brazil, de Ignez Sabino:
a escrita de dicionários como forma de resistência

Antonia Rosane Pereira Lima

A periferia tem dois gêneros: sexismo e cultura do estupro em Capão Pecado

Ariel Oliveira Leite de Souza
Giulia Guadagnini Barbosa

Maria Firmina dos Reis: mulher e resistência no século XIX

Barbara Inês R.Simões Daibert
Tatiane Carvalho de Morais

O desfolhar-se lírico e a flora na poesia de Cecília Meireles
Bruna de Almeida Pereira

Da memória do estupro à resiliência e resistência combativa frente à violência: uma análise dos contos “Layla” e “Ana Rosa”, de Marcela Serrano

Bruna Stéphane Oliveira Mendes da Silva

Nem isto nem aquilo: masculinidades diversas nas autobiografias A queda para o alto de Anderson Herzer e Erro de pessoa: Joana ou João? de João W. Nery

Caio Jade Puosso Cardoso Gouveia Costa

O desejo e o envelhecimento do corpo lésbico nos poemas de Rita Moreira
Carla Miguelote

A maternidade, voz e autoria negra como estratégia do feminino

Elisabete Nascimento

Ser ou não ser?: representação feminina e estado civil sob a ótica de Maria Amália Vaz de Carvalho

Elisabeth Fernandes Martini

Ismália, Joaninha, Ondina e Antônia: trajetórias Carés

Elisiane da Silva Quevedo

Representação feminina em Romances Arturianos: diferenças entre Bradley e Cornwell

Emilia Sandrinelli

A resistência ao silenciamento da mulher na poesia de Rupi Kaur e Ryane Leão

Fernanda Barroso e Silva

Resistências em torno dos versos de Paulina Chiziane e de Elisabete Nascimento

Fernanda Oliveira da Silva

A trilogia da inquietude e os animais na obra de Ana Cecília Carvalho

Filipe Amaral Rocha de Menezes

A sororidade em A ponta do silêncio, de Valesca de Assis (2016): uma análise feminista das personagens femininas

Jaísa Girardi Morais

As personagens grotescas e transgressão dos gêneros, em Um sopro de vida (pulsações), de Clarice Lispector

Joel Rosa de Almeida

O Bildungsroman escrito por mulheres latino-americanas: O pardal é um pássaro azul (Studart) e Estaba la pájara pinta sentada en el verde limón (Ángel)

Juana Sañudo Caicedo

Realidades e gêneros (in)críveis na poesia

Jucilene Braga Alves Mauricio Nogueira

Autoria feminina no século XIX: o caso de Rahel Levin Varnhagen

Júlia de Campos Lucena

Aspectos da velhice feminina em As Centenárias

Julio Cesar Larroy

Encruzilhada literária: uma análise decolonial sobre a poesia de Téo Martins

Jupiter Koroá

Indagações Poéticas em “Parindo Poesia” de Cristiane Sobral

Karen Katiúcia Oliveira Leite

Clara-Homem e Luzia dos Anjos: uma leitura indisciplinada do assédio sexual na literatura brasileira

Karine Mathias Döll

Repressão e resistência: as figurações da cidade em E se eu fosse puta, de Amara Moira

Leandro Souza Borges Silva

As cores profundas dos cativeiros sociais, de Helena Parente Cunha

Letícia Mendes Perez Reche

O que há de queer em um corpus queer?

Lucas Demingos de Oliveira

A (des)construção da identidade feminina presente no romance Fim, de Fernanda Torres

Luciane Aparecida Ribas

A atração pelo abismo: Marcelina, K e Letícia sob o signo do autoaniquilamento

Manuela Rodrigues Santos

“Matres”: narrativas do desamparo, da traição e do poder em A paixão segundo Constança H. e em Meninas, de Maria Teresa Horta

Maria Luiza Germano de Souza

Do Egito a Israel: passos silenciados e explosivos segundo O som de nossos passos, de Ronit Matalon

Nancy Rozenchan

Os estereótipos do feminino em Neighbours, de Lília Momplé

Nathalia Guedes de Araújo

Os estereótipos de gênero em “Mutola”, de Paulina Chiziane

Nathália Rangel de Matos

Eu-louca: loucura e gozo em Carla Diacov e Cláudia R. Sampaio

Otávio Campos Vasconcelos Fajardo

A figura feminina e a violência contra a mulher em Garotas Mortas, de Selva Almada

Patrini Viero Ferreira
Rosani Úrsula Ketzer Umbach

Clarice Lispector e o fazer literário: uma leitura derridiana

Rachel Ventura Rabello

O conto “Amor” e os reflexos dos feminismos na obra de Clarice Lispector

Renato Kerly Marques Silva

Considerações sobre as personagens femininas em A mulher e os espelhos, de João do Rio

Sabrina Ferraz Fraccari

Um olhar feminino sobre a Shoah? As memórias de Ruth Klüger e a ficção de Ilse Losa

Saul Kirschbaum

O combate cético e solitário das mulheres casadas na obra queirosiana semipóstuma

Silvio Cesar dos Santos Alves
Lucas do Prado Freitas

De musas a autoras: o processo de ressubjetivação do feminino em Gilka Machado

Suzane Morais da Veiga Silveira

Da arte como resistência: a mulher que (se) escreve

Tatiana Alves Soares

“A caça ao marido é uma instituição” (?): mulheres em (des)conformidade com o casamento na ficção queirosiana

Tatiana Prevedello

Representações femininas em Riacho Doce, de José Lins do Rego

Viviane da Silva Vieira