R$ 42,00

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Título: A CASA DO NAVIO PINTADO
Autora: Tadiane Tronca

Formato: 14 x 21 cm.
Páginas: 486
Gênero: Romance
Publicação: Bestiário/Class, 2022

ISBN 978-65-84571-55-6

Numa pequena vila do sul do Brasil, entre 1900 e 1920, um imigrante se consolida como um bem-sucedido homem de negócios. Habitando a “casa do navio pintado”, símbolo de prosperidade e também de sua própria derrocada, o prestigiado e ambicioso italiano faz de tudo para concretizar seus planos. Suas atitudes geram conflitos que levam a mortes e surpreendentes reviravoltas, afetando sobremaneira o destino de sua filha adotiva. A trama se intensifica com a chegada de dois jovens portugueses, acentuando sentimentos de amor e ódio, com consequências imprevisíveis. O convívio entre brasileiros natos e estrangeiros no auge do processo imigratório europeu para o Brasil, aspectos do cotidiano - notadamente as relações de poder na política, na economia e na família -, a literatura, a religiosidade, os efeitos da guerra e da gripe “espanhola”, são elementos que dão consistência à história.
Intercalando contextos temporais, o tempo presente é também trazido à tona na narrativa quando, um século depois, o Arquivo Histórico da cidade adquire o acervo da família do poderoso italiano e um historiador, isolado em sua própria casa devido à atual pandemia, trabalha nos documentos, descobrindo segredos centenários e arrepiantes.
O texto ganha pitadas de humor quando o sanguanel, o mito da região italiana, “invade” a casa deste historiador e misteriosamente o “ajuda” a desvendar os fatos cruciais da trama, os quais o ser fantasioso afirma ter testemunhado cem anos antes.
Por fim, uma narrativa fluente num romance que mescla ficção, fatos históricos, memória e fantasia, aguçando a imaginação do leitor.

Sobre a autora:
Nascida em Caxias do Sul, Tadiane Tronca tem formação acadêmica em Educação Física (1987) e em Direito (2012) pela Universidade de Caxias do Sul. Foi Secretária Municipal da Cultura de Caxias do Sul de 1997 a 2004. Na literatura, recebeu na década de 1980 menções honrosas por seus contos e crônicas em concursos literários de Caxias do Sul e de outros municípios, como Porto Alegre e Santa Maria. Em 1990, foi premiada com o primeiro lugar no Concurso de Contos, Crônicas e Poesias do Concurso Anual Literário de Caxias do Sul. Estreou no gênero “romance” com a publicação, em 1995, do romance Vapor Drina (Editora Artes e Ofícios) premiado no Concurso de Obra Literária do Concurso Anual Literário de Caxias do Sul, em 1994. Foi finalista do prêmio Açorianos de Literatura (POA) na categoria Autor Revelação em 1995. Em 2010, publicou o romance Script (Editora Belas Letras). Em outubro de 2015, lançou, em co-autoria com Juventino Dal Bó, o livro “O Segredo dos Baús”, destinado ao público pré-adolescente.