R$ 42,00

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Título: POEMAS PARA COLOCAR DENTRO DE UMA GARRAFA
Autora: Manuela Lopes Dipp
Capa: Carolina Latorre R.

ISBN: 978-65-84571-09-9

Formato: 14 x 21
Páginas: 102
Gênero: Poesia
Publicação: Bestiário / Class, 2021

A poesia escapa pelas frestas do cotidiano, corre solta pelas esquinas e pelos silêncios, encontra acolhida na encosta dos olhos, faz abrigo nas esperas, no amor e nas mãos, verte profunda das nascentes do coração de quem sente e vive o poema, a poesia desenha oceanos. “Poemas para colocar dentro de uma garrafa” abre-se como um horizonte marítimo de versos, é um mergulho nas águas poéticas de Manuela Dipp. Manuela que absorve da vida que transborda matéria-prima para o poema, reúne nesse livro uma generosa e bela seleta de poesias que constelam temas como o amor, as paixões, o fazer poético, o navegar. De ritmo potente, a poética de Manuela carrega o movimento das águas: intensa e suave, desaguando em metáforas sinestésicas, em imagens que ampliam os significados
da dimensão dos afetos, dos territórios do corpo. “Poemas para colocar dentro de uma garrafa” tem o princípio das cheganças, dos abismos e da devoção por sentirviver poesia derramada em palavras. A experiência dessa leitura transcende qualquer mapa, linha, letra, fronteira ou caminho, é uma vivência-mergulho arrebatadora.

Michelle C. Buss
João Pessoa, agosto 2021

Sobre a autora:
Manuela Lopes Dipp é poeta. Escreve e declama poemas desde criança. Nasceu e mora em Porto Alegre, RS, mas viveu a primeira infância em Florianópolis, SC. Cursou Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais na PUCRS, onde graduou-se, tendo atuado na área do Direito desde então.
Desde julho de 2020 produz e coordena semanalmente o Sarau da Invencionática, realizado online, do qual participam poetas, músicos e atores de todo o Brasil e da Argentina. Em 2021 foi convidada por João Luiz de Souza, o João do Corujão, para realizar em conjunto um encontro virtual de saraus: Corujão da Poesia (RJ) e Sarau da Invencionática (RS), que teve 3 edições. Publicou poemas na Revista Escriba, Revista Gente de Palavra, na Coletânea Enluaradas II - Uma Ciranda de Deusas e na antologia
No meio do fim do mundo.